Diário do meu Casamento – O Making Of

_ISA7182

No post passado disse pra vocês que não postaria aqui no blog conteúdo sobre o meu casamento, mas ontem mudei de ideia quando recebi as fotos do casamento. Além de lindas, são muitas, e para evitar flood no meu Instagram (@miriansoares_), postarei aqui. Também farei alguns comentários no meu Snap (mirasoares), então fiquem ligados.

Em primeiro lugar gostaria de deixar bem claro uma coisa: o “evento” casamento, enquanto cerimônia e celebração deve espelhar o estilo e perfil dos noivos. A gente sabe que esse é um momento de muitas expectativas para o casal, suas famílias e amigos, mas os dois devem ter a firmeza e coragem de “bancar” esse evento de acordo com os seus gostos. Eu sempre tive isso muito claro para mim e como sou muito firme nas minhas decisões fui muito determinada nesse momento e eu e Leonardo não tivemos constrangimento em realizar um evento que contrariou muitas expectativas.

Vejam só, nós namoramos durante 12 anos e é claro que mudamos muito nesse tempo. Se no começo do namoro nós queríamos uma festa bem grande, com o passar dos anos isso perdeu totalmente o sentido. Por isso optamos por um mini, bem mini wedding, apenas para 35 pessoas. Isso surpreendeu muitas pessoas. Não convidamos nem 5% das nossas famílias e amigos. A minha família é enorme, mas não queríamos uma festa grande. Na verdade, por nós, o casamento seria apenas civil e depois pediríamos uma benção ao pastor, mas eu optei por essa mini celebração muito pelos meus pais (o que me arrependi muito, já que odeio esses frufrus de festinha, decoração, blá, blá, blá).

Outra coisa que preciso deixar bem claro: nem toda mulher tem o casamento como o auge ou maior sonho da sua vida. Este nunca foi o meu. Acho que foi por isso que sempre fui muito de boa com a duração de um namoro tão longo. Eu não estava desesperada para casar. Eu não estava procurando um homem ou um casamento para ser feliz. Eu sempre fui uma mulher plena, completa e feliz. Quando Léo apareceu na minha vida ele apenas somou essa felicidade, mas ele nunca foi o “fim” dela, sabe?

Eu queria algo bem simples, que fosse significativo para nós e que não cedesse às exigências alheias e do mercado das festas de casamento que é muito predatório. Eu já cheguei nos prestadores de serviço com o tema da festa e com as decisões. Claro que pedi opiniões, mas quando via que não batia com nosso perfil não tivemos receio de descartar. Tudo que teve no nosso casamento refletiu as nossas escolhas e a nossa firmeza.

Gente, não vou expor aqui no blog tudo que aconteceu durante esse período de planejamento. Só posso dizer que foi muito difícil, especialmente depois que descobri um problema de saúde (na próxima semana interromperei a minha lua de mel para fazer uma cirurgia de alta complexidade). Por isso, que mesmo não curtindo nada dessa frescurada de festa de casamento, eu dou graças a Deus que escolhi um mini wedding. Menos mal.

Qual foi o tema escolhido Mira? NAVY. Vocês sabem que eu amo, né? Eu queria casar com a visão para a praia e queria que todas as coisas circulassem em torno disso. Até o versículo bíblico usado na chamada do nosso convite tinha a figura de Cristo como a nossa âncora (Hb 6.19a). E, gente, com tudo que aconteceu nesses últimos meses eu nunca teria imaginado o quanto isso faria sentido para mim e Leonardo.

Mas, vamos deixar de enrolação e vamos mostrar logo estas fotos. No começo dos preparativos o nosso making of seria feito com eu e Leonardo cada um num quarto, mas não nos encontraríamos apenas no altar, pois optamos pelo First Look, uma espécie de ensaio fotográfico, muito comum lá fora, em que os noivos se encontram, já prontos, para a cerimonia antes dela começar e apenas o fotógrafo testemunha esse momento o registrando através das lentes. Cada vez mais esse tipo de fotos ganham espaço entre os noivos brasileiros.

Só que na última semana que antecedeu o casamento, depois de meses muito difíceis para nós dois, eu tive um insight e falei para Leonardo que não teria nenhum sentido da gente começar esse dia separados e que gostaria que o nosso making of, a nossa preparação fosse com nós dois juntos. Eu gostaria de ajudá-lo a se vestir, colocar a sua gravata e queria que ele me visse me preparando para esse momento tão importante para nós. Eu sabia que isso ficaria muito lindo através das lentes do nosso fotógrafo.

Eu não me arrependo dessa decisão. Esse momento foi extremamente significativo para nós dois e foi muito emocionante. Isso ajudou muito a nos acalmar, se bem, que a gente estava super tranquilo no dia.

_ISA7118 _ISA7133 _ISA7143

_ISA7194 _ISA7207 _ISA7257_ISA7260 _ISA7315 _ISA7379 _ISA7442 _ISA7448 _ISA7449 _ISA7454 _ISA7460 _ISA7475 _ISA7489 _ISA7495 _ISA7502 _ISA7506 _ISA7510 _ISA7539 _ISA7532 _ISA7529 _ISA7515 _ISA7547 _ISA7552 _ISA7555 _ISA7560

O que vocês repararam nessas fotos que destoou do comum? Bem, eu não usei um roupão típico para o making of. Até procurei um azul marinho bem bonito, mas, não daria tempo de ser confeccionado. Logo, minha opção, que é super minha cara, foi escolher um vestidinho da Antix para esse momento.

Eu sempre soube que seria uma noiva retrô. Logo, bocão vermelho, delineado marcante, cabelos encaracolados seriam obrigatórios. AMO! Fora isso, quis trazer cor ao meu vestido. A cor predominante da decoração era o azul, mas como não queria um azul mais forte para usar na roupa optei por esse mais delicado.

Também não quis usar um vestido longo. Não me representaria, apesar de ter alguns exemplares da Antix. Acho que um vestido mais curto me identificaria melhor e não traria tanta formalidade ao evento, que eu quis que fosse bem informal, no sentido das pessoas ficarem mais à vontade.

Sim, eu casei durante à tarde. Acho que as fotos ficam mais bonitas nesse horário e dá ao fotografo mais possibilidades de explorar a luz natural. Só no final do evento que elas foram feitas com luz artificial.

Só para encerrar. Eu e Léo preparamos uma surpresa para o outro. Eu o presenteei com esse perfume da foto e ele me deu esse colar fofo de âncora. Vocês acreditam que ele mentiu pra mim? Eu estava louca em busca de um colar desses e pedi pra ele procurar pra mim quando viajou pra fazer um prova. Ele disse que não tinha encontrado, mas no dia apareceu com ele. Uma surpresa maravilhosa!

Bem, gente, essa é a primeira parte do meu diário de casamento. Assim que o meu fotógrafo liberar mais fotos postarei por aqui, ok? E fiquem ligados no meu Snap (mirasoares) , pessoal. Tem muita coisa que quero comentar que soltarei por lá.

Fotos: Isaque Jr. Fotografia (Instagram: @isaquejrfotografia)

Maquiagem e Cabelo: Rayna Bianca (Instagram: @raynabiancamakeup)

Vídeo: Timeline Fotografia (Instagram: @timelinefotografia)

Vestido: Casar Noivas (Instagram: @casar_noivas)

Sapato: Juliana Bicudo (Instagram: @jubicudosapatos)

Terno: Di Petrus

Gravatinha: Zara

Buquê e Búzio das alianças: Elo7 (pesquisem por buquê de conchas)

by3

Um vestido floral para Olinda

Um tempão sem postar e só posso dizer pra vocês que muita coisa mudou na minha vida nestas últimas semanas. A principal mudança foi no meu estado civil. Sim, agora sou uma mulher casada. Não mostrarei fotos do evento aqui no blog, mas fiquem atentos ao meu Instagram (miriansoares_) nos próximos dias que farei alguns posts por lá.

Estou em lua de mel no estado de Pernambuco. Conheço esse lugar maravilhoso de outras visitas e ele foi minha escolha e a do meu esposo. Hoje pela manhã visitamos Olinda, cidade irmã do Recife. Gostei tanto do look que resolvi postar aqui no blog.

IMG_1068-001 IMG_1069-001 IMG_1070-001 IMG_1071 IMG_1072 IMG_1073 IMG_1074 IMG_1075 IMG_1079 IMG_1080Vestido: Farm

Bolsa: Zara Kids

Rasteira: Lojas Renner

Óculos: Ray Ban

by3